Monumentos

A aldeia de Algoso tem uma larga tradição histórica. O Castelo, o Pelourinho e a Igreja Matriz são o orgulho das gentes desta terra. A Igreja Matriz é referida nas Memórias do Abade de Baçal “… foi cabeça de uma Ordem de Malta por mercê de D. Sancho II em 1226”. O tesouro da Igreja é constituído essencialmente pela custódia, pelo turíbulo, naveta e cruz processional. A custódia, da segunda metade do século XVII, é um belo exemplar da arte barroca. A beleza desta peça está no conjunto harmonioso, ao mesmo tempo imponente e elegante. O pé é constituído por duas zonas separadas, por um pequeno friso. A gola é redonda. A falsa copa é decorada à base de elementos vegetais e pingentes, azuis e vermelhos, que se repetem por outras partes da peça. O hostiário é constituído por um sol de raios curvos e direitos, alternados, e por quatro colunas de capitel jónico. A cúpula repete a decoração existente noutras partes da peça. A encimar todo o conjunto, estava a figura de S. João Baptista inserida num Sol com as características anteriormente referidas. Peças deste género são raras entre nós e denunciam uma oficina especializada no ramo. Soube-se enaltecer o culto com a forma, a proporção e a decoração. Nada foi deixado ao acaso. Os pingentes, com cores variadas, dão-lhe uma grande beleza, imitantes de pedras preciosas, simbolizam a grandeza, a majestade e a riqueza.

Igreja Matriz
Igreja Matriz 25 de Dezembro 2016
CasteloCastelo sobre as oliveiras
Ponte Romana
Ponte Romana
Pelourinho
Pelourinho